Escritório n’água*

Você já se imaginou trabalhando num escritório que fica na água? Pois essa é a proposta do H2Office, criado por Steve Evans e Andrew Cowell, moradores do País de Gales, no Reino Unido.  O “espaço” é inteiramente equipado – tem até banheiro e cozinha – e custa o equivalente entre R$160mil e R$180mil. O Living Design falou com Evans para entender um pouco melhor sobre sua criação, que passou a ser comercializada há pouquíssimo tempo:

De onde surgiu a ideia de construir o H2Office?

A ideia veio quando nós estávamos procurando um escritório que tivesse vista para a marina da nossa cidade. Nós não achamos nada que servisse pelo preço que poderíamos pagar, então meu sócio disse “Por que não podemos ficar na própria marina, ao invés de apenas termos vista para ela? A partir daí, ficamos seis meses entre pesquisas para saber se o produto seria aceito no mercado e se teríamos alguma empresa concorrente. Ficamos bastante entusiasmados com o feedback dos possíveis  compradores e também com o fato de que não existia nenhum concorrente, em nenhum lugar do mundo. Isso nós motivou a prosseguir: fomos atrás de arquiteto, de um engenheiro naval e de um construtor de barcos. Isso tem consumido grande parte do nosso tempo nos últimos dois anos – agora, que já podemos aceitar encomendas.

E quem é o público alvo de vocês?

São donos de marinas que tem a necessidade de ganhar dinheiro quando nenhum barco está “estacionado” lá.  Quem também se interessa pelo H2Office são pequenos empresários, do ramo náutico ou não, que querem trabalhar num lugar diferente e longe da multidão (vale lembrar que esta é uma forma bem barata te ter um escritório).  Já o público alvo do flat são pessoas que estão buscando um jeito descolado de morar, ou mesmo aquelas que querem um lugar pra ficar no litoral. Outro tipo de cliente é o que nós chamamos de “rico individual”: alguém que tem dinheiro na mão e quer receber o produto logo, e geralmente tem um iate e precisa de mais espaço.

Quantos H2Offices vocês já venderam?

Ainda estamos bem no começo da empresa. Por enquanto, vendemos um para o dono de uma marina em Marrocos, e estamos na metade de uma negociação para vender duas unidades para uma marina na Índia. Também estamos em contato com três grandes operadoras de marinas do Reino Unido para colocar várias unidades nas empresas delas.

Já houve algum interessado aqui do Brasil?

Nós ainda não vendemos nada para o Brasil, mas já fizemos contato com pessoas interessadas. Nós estamos procurando distribuidores no mundo inteiro, e já estamos perto de fechar negócio com vários países como Canadá, França e Holanda.
Abaixo, você confere as fotos desse inusitado escritório aquático. E quem quiser saber mais sobre ele pode acessar o site www.floating-offices.co.uk.

Um comentário Adicione o seu